quarta-feira, 31 de outubro de 2012

10 pecados da gula



O tema da Blogagem Coletiva da Patrícia, do blog Café entre amigos (não conhece? Vai lá...) hoje é gula. Já me considerei muito gulosa mas hoje, comparando com outras pessoas, percebi que até que não sou, não...contudo sou boa de garfo, gosto de quase tudo que aparece, hahaha. Eis a lista:

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Tabule


Estou aqui para mais uma Blogagem Coletiva do blog Cozinha de mulher, da Sheila, e a receita seria típica de um país com a letra Q. Procurei algumas do Quirguistão, nenhuma do meu agrado...então descobri que o Catar também é conhecido como Qatar (com q \o/)  e como sua culinária é inspirada na árabe, adorei! Tirando o fiasco da primeira receita que tentei =/ (leia a história lá embaixo) essa foi um sucesso, delícia de salada para acompanhar o almoço! Encontrei algumas receitas e adaptei com o jeito que minha mãe usa para fazer.
Imagem by Bia


Ingredientes:


  • bastante salsinha ou cebolinha picada
  • meio copo de trigo de quibe
  • 2 tomates médios picados
  • 2 colheres de sopa de hortelã picada
  • Suco de 1 limão
  • Azeite de oliva e sal a gosto
  • Meio pepino em conserva picadinho (opcional, usado mais no Líbano)

Preparo:




Coloque o trigo num prato e cubra com água quente, essa é a maneira mais rápida para hidratá-lo. Após uns 15 minutos coe e aperte para tirar o excesso de água. Coloque em um recipiente e acrescente os demais ingredientes, misture bem e sirva. Como a receita é servida com alface, quem quiser pode seguir a dica da minha mãe, que corta algumas folhas em tiras finas e mistura às receita.

Dicas:


  • Use bastante tempero para ficar saboroso, só não é recomendado trocar o limão por vinagre nem aumentar a proporção do trigo.
  • Quem quiser hidratar o trigo da maneira tradicional deve deixá-lo de molho em água fria por umas duas horas e depois escorrer e espremer para tirar o excesso.
Essa foi minha participação para o blog Cozinha de Mulher.


Então, voltando à minha história triste...sei fazer doces, bolos, salgados, tortas e até pratos sofisticados...mas sou um fiasco em biscoitos! Já havia tentado umas três vezes e nada daquela leveza crocante! Então para essa blogagem encontrei uma receita bem fácil de Graibe, um biscoito de manteiga com amêndoas. Como "gato escaldado tem medo de água fria" fiz apenas 1/3 da receita, vai que desse errado...e deu!


A textura ficou linda mas foi só entrar no forno para o bichinho esparramar e ficar pesado que só! Meu futuro genro experimentou e disse "até que tá bom"...hahaha, não, não estava. O sabor não era ruim, mas caía pesando no estômago que nem chumbo, hahaha. Joguei a fornada fora antes que alguém passasse mal, hahaha.Mmas não desisti! Peguei em visita à alguns blogs algumas receitas que estão salvas no Favorito e tão logo me recupere do trauma tentarei de novo. Não desisto nunca! hahaha



domingo, 28 de outubro de 2012

Pingos de amor, semana 6

Esses são os pingos a serem distribuídos durante essa semana.
Quem ainda não visitou o destino dos pingos anteriores é só clicar aqui.

Fragmentos do que sinto


Fiquei encantada com as respostas que chegaram às questões que lancei no post "Posso perguntar?". Estarei respondendo na medida do possível. Estive pensando sobre o quanto mudei durante esse tempo que estou na blogosfera. Apesar do cansaço mostrado nos escritos de domingo, percebo o quanto eles passam muito mais rápido agora. Também tenho questionado a vida muito menos do que outrora.

sábado, 27 de outubro de 2012

Rua


Essa é a minha participação para o blog The weekend in black and white.


Lasanha de abobrinha

Deliciosa e fácil de fazer. 
Imagem by Bia

Ingredientes:

  • 500 g de carne moída (de boi ou de frango)
  • 1 cebola bem picadinha
  • 1 dente de alho amassado
  • Pimentão verde a gosto picado (se gostar)
  • 5 tomates médios batidos no liquidificador
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • 1 abobrinha verde grande ou duas médias (cerca de 500 gramas)
  • 300 gramas de queijo muzzarela fatiado
  • Queijo ralado

Preparo:


Para o molho, aqueça um fio de óleo em uma panela e refogue a carne, soltando com um garfo. Deixe até ficar sequinha. Junte a cebola, o pimentão, o alho, sal e pimenta a gosto. Refogue por uns dois minutos e junte o tomate batido. Deixe cozinhar por uns quinze minutos. Evite colocar água, uma dica importante é deixar o molho bem sequinho porque a abobrinha já solta muita água. 
Raspe levemente a casca da abobrinha e lave em água corrente. Corte em fatias finas, no sentido do comprimento, e salpique levemente com sal. Reserve.
Monte a lasanha em um refratário médio retangular untado, as camadas devem ser assim:  

  • abobrinha
  • molho
  • abobrinha
  • molho
  • queijo
  • molho

Repita as camadas até acabar os ingredientes. Salpique bastante queijo ralado e leve para assar por uns 20 minutos. Sirva a seguir, sozinha ou com arroz branco. 


Imagem by Bia


Dicas: 


  • Essa lasanha também pode ser feita com berinjela.
  • Não deixe o molho muito salgado porque o queijo, em geral, já contém muito sal.
  • Não custa repetir: O pulo-do-gato é deixar o molho bem sequinho, caso contrário a lasanha ficará aguada. Não é necessário muito molho entre as camadas.

Assustador

Spooky
Foto tirada durante uma Mostra de talentos que ocorre em minha cidade. A luz da foto não foi manipulada pelo PhotoScape, o que confere uma atmosfera macabra ao clique.

Essa é a minha participação para o The Saturday Photohunt, cujo objetivo era postar uma imagem assustadora.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Lendas Urbanas

Imagem by Bia

Em dezembro de 1992, aos 17 anos, fui para a capital fazer um cursinho superintensivo de dois meses na tentativa vã de recuperar as matérias que não tive no  curso de Magistério para tentar uma vaga no meu sonhado curso de Desenho Industrial.

Projeto Persona

Levo pouca coisa na bolsa e muitas na alma.

Participação para o blog Fotos de Quinta
cujo objetivo era fotografar o que tem guardado na minha bolsa.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Coxinha

Mais uma Blogagem Coletiva para os espaços da Larissa, Lidi, Camila e Cassandra, delícia, o tema é "lanchinhos da tarde", hummm. Adoro tomar café com os amigos que me fazem sorrir! :) 
Nunca me aventurei a fazer coxinha por achar muito trabalhosa, e é mesmo, hahaha. Mas essa receita, ensinada por uma amiga, dá certinha e fica daquela massa que derrete na boca. Dá para congelar e guardar no freezer por até 3 meses (ver dicas). Foi sucesso quando fiz no aniversário de 15 anos da minha filha!
Imagem by Bia

Ingredientes:


  • um peito de frango grande com osso
  • meia cebola inteira
  • 1 cebola bem picadinha
  • Salsinha ou cebolinha verde picadinha (opcional)
  • óleo
  • Sal e pimenta do reino a gosto


Para a massa:
  • 4 xícaras da água do cozimento da galinha
  • 2 cubos de caldo de galinha
  • 3 colheres de sopa cheias de margarina
  • 4 xícaras de chá de farinha de trigo
  • Sal à gosto (se precisar ou se dispensar o caldo de galinha)
  • Farinha de rosca

Preparo:


Para o recheio, cozinhe o peito de frango em água com a meia cebola. Quando estiver bem macio, (em torno de 30 a 40 minutos), dispense a pele e os ossos e desfie a carne. Não esqueça de guardar em outra panela grande quatro xícaras do caldo. Em outra panela, aqueça um fio de óleo e refogue a cebola até murchar. Junte o frango desfiado, tempere com sal e pimenta e prove. Refogue uns cinco minutos e reserve. (aqui, se desejar, junte a salsinha ou cebolinha). 
Para a massa, aqueça a água junto com a margarina e os cubos de caldo. Dica importante: na hora de colocar o trigo, coloque somente três xícaras e deixe do lado a última, e vá acrescentando somente se for necessário. Então, quando a água ferver junte a farinha de uma só vez e mexa vigorosamente até formar uma massa consistente. O ponto certo é quando se aperta com o indicador e ela não gruda no dedo, porém permanece macia. Se precisar, acrescente mais farinha aos poucos. 
Massa pronta, coloque em uma assadeira grande untada e deixe amornar um pouco. Dica importante: para ficar macia é preciso sovar a massa por uns 5 minutos enquanto ela ainda estiver quente. Quando estiver macia e uniforme, reserve até esfriar.
Para modelar as coxinhas, passe margarina nas mãos. O vídeo abaixo é curtinho e excelente, mostra bem a modelagem, é fácil! Em seguida, passe as coxinhas no leite rapidamente e em seguida, na farinha de rosca. Frite em seguida em óleo em fogo médio ou se quiser congelar, congele aberta, arrumada em fôrmas ou travessas lado a lado. Depois de congelada, pode guardar em saquinhos e tirar do freezer uma hora antes de fritar. Use óleo não muito quente para não ficar congelada por dentro. Rende 80 porções de unidades  pequenas ou 20 porções de unidades grandes.


Essa foi minha participação para a Blogagem Coletiva!





terça-feira, 23 de outubro de 2012

Como escrever carta de amor perfeita

Ah, que lindo!



Arroz dulce (Arroz doce)

Hoje eu não escapei da Blogagem Coletiva promovida pela Sheila do blog Cozinha de Mulher! Haviam muitas variedades de países com a letra "P", mas com a semana passada corrida não deu para fazer nada muito elaborado. Escolhi esse Arroz dulce con coco (arroz doce com coco), proveniente do Peru. Sobremesa fácil, deliciosa e que agrada a todos, passarei também as dicas para fazer sem o coco, caso alguém não goste.

Imagem by Bia

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de arroz (ver dicas)
  • 1 litro e meio de água (7 xícaras e meia de chá)
  • 1 lata ou caixa de leite condensado
  • 1 garrafinha de leite de coco (opcional)
  • 1 pacote pequeno de coco ralado(opcional)
  • canela em pau e em pó
Preparo:

Lave o arroz e coloque em uma panela funda com água e canela em pau (ver dicas). Deixe cozinhar por cerca de 40 minutos em fogo médio, até ficar quase seco (ver dicas). Acrescente o leite de coco, o coco e o leite condensado e deixe ferver por uns dois minutos. A consistência fica meio líquida, o caldo encorpa depois de frio. Sirva morno ou gelado, salpicando canela em pó.


Dicas:

  • Essa receita fica mais macia se usar arroz branco, mas pode ser feito com o amarelão também.
  • Além da canela em pau, pode-se usar a casca de uma laranja ou raspas de um limão durante a fervura, acrescenta um sabor incrível ao arroz.
  • Se dispensar o leite de coco e o coco ralado, deixe o arroz um pouco mais úmido antes de acrescentar o leite condensado. Caso contrário, após esfriar, acabará ficando muito seco. 

Essa é a minha participação para a blogagem coletiva do blog Cozinha de Mulher.



domingo, 21 de outubro de 2012

Posso perguntar?

Sei que há algum tempo não escrevo algo desvelando meus sentimentos. Será que alguém percebeu isso? Percebi também que tenho usado em alguns textos ou respostas o termo "não sei muito bem o que dizer" quando na verdade sei o que dizer porém temo ser mal-interpretada. O que me faz lembrar que há tempos desejo falar sobre o tema "interpretação", mas quem sabe um outro dia...

Imagem by Freepik

Pôr do sol

Pôr do sol na estrada do interior do Paraná. A árvore é uma Araucária, típica da região Sul do Brasil.

Essa foi minha participação para o blog Black and White Weekend.

A Chica também está participando, quem quiser conhecer seu novo espaço é só clicar aqui

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Frango com legumes ao molho shoyo

Leve e saudável!
Imagem by Bia

Ingredientes:


  • Meio quilo de peito de frango sem osso cortado em cubos
  • suco de meio limão
  • uma pitada de sal e pimenta do reino a gosto
  • óleo
  • meia cebola média picada ou ralada
  • 1 dente de alho amassado
  • meio pimentão verde picado (opcional)
  • 1 cenoura descascada e cortada em fatias finas (ver dicas)
  • meio maço de brócolis limpo (folhas e buquês, sem o talo)
  • 1 abobrinha verde pequena cortada em cubos
  • 3 colheres de sopa de molho shoyo
  • 1 colher de chá de maisena dissolvida em um pouquinho de água.

Preparo:


Tempero o peito em cubos com sal, pimenta e limão. Deixe uns 10 minutos para tomar gosto. Em uma panela com um fio de óleo aquecida, coloque os cubos de galinha e deixe até secar. Frite até ficar ligeiramente dourado e acrescente a cebola, o alho e o pimentão. Refogue mais uns dois minutos, acrescente água aos poucos para amaciar o frango. Conforme for secando e refogando, vai-se acrescentando mais um pouquinho de água. Depois de uns quinze minutos nesse processo, acrescente a cenoura, o brócolis e a abobrinha. Uns dois minutos depois, acrescente o molho shoyo e acerte o sal. Quando levantar fervura, acrescente a maisena e mexa até engrossar. Sirva a seguir.

Dicas:

  • Eu corto a cenoura no cortador apropriado para fatiar para que fique bem fininha e cozinhe rapidamente.
  • Tome cuidado com o sal. O molho shoyo já contém bastante, muitas vezes nem é preciso acrescentar sal, vai do gosto de cada um. Mas quem gosta salgado deve deixar para salgar depois de acrescentar o shoyo.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

10 personagens de novela

Mais uma Blogagem promovida pelo convidativo blog Café entre amigos, mais uma vez tema Novelas, só que agora são personagens marcantes. Não é minha especialidade, mas vamos lá. Procurei citar personagens diferentes dos usuais mas que de alguma forma me chamaram a atenção.
















domingo, 14 de outubro de 2012

Pinga amor, semana 4


Aqui estão os pingos da semana! Para saber onde foram deixados os pingos da semana passada e conhecer mais sobre o projeto, clique aqui

Inteligência, perseverança ou teimosia?

Imagem by Freepik

No ano passado, minha filha trouxe da escola um folheto com esse teste abaixo. Seria um teste formulado por Einstein e, segundo ele, somente 2% da população teria capacidade para resolvê-lo. Classificou como um teste de QI (quociente de inteligência). Você conhece?

Arroz de forno expresso

Delicioso, prático, rápido e fácil.
Imagem by Bia

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de arroz crú lavado
  • 1 tablete de caldo de galinha dissolvido em 2 xícaras e meia de chá de água quente
  • 3 colheres de sopa de molho ou purê de tomate
  • 2 colheres de sopa de azeitonas em rodelas finas
  • 1 cenoura pequena limpa cortada em cubos
  • meio pimentão verde cortado em cubos
  • 1 colher de sopa de margarina
  • 2 colheres de sopa de queijo ralado
  • milho verde e ervilha a gosto (opcional)
  • reserve mais queijo ralado para decorar

Preparo:


Ligue o forno em temperatura média. Coloque todos os ingredientes em um refratário, misture e cubra com papel alumínio. Leve ao forno por 20 a 25 minutos. Retire o alumínio e decore com queijo ralado e azeitonas. Rende quatro porções.



sábado, 13 de outubro de 2012

Vazio

Empty

É melhor um pote vazio do que tentar manter uma borboleta presa dentro dele.


Essa foi minha participação para o PhotoHunter
Se quiser saber mais, clique aqui.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Bolinho de batata ralada

É muito fácil e saboroso, substitui muito bem batata palha.

Imagem by Bia

Ingredientes:


  • 3 a 4 batatas médias descascadas e ralada no ralo grosso
  • meia colher de chá de sal
  • 1 ovo inteiro
  • 3 colheres de sopa cheias de trigo
  • cebolinha ou salsinha picada (opcional)
  • 2 colheres de sopa cheias de queijo parmesão ralado (opcional)
  • óleo para fritar

Preparo:

Em uma tigela, coloque todos os ingredientes, menos o óleo. Misture bem até ficar homogêneo. Em geral não é necessário colocar mais trigo. Coloque um dedo de óleo em uma frigideira. Quando aquecer, deite colheradas da massa delicadamente e deixe fritar em fogo médio/baixo até dourar. Vire para fritar o outro lado e deixe dourar também. Coloque em um prato com papel absorvente e sirva a seguir. Rende uns 12 bolinhos.


Dicas: 

  • Para quem gosta, a batata pode também ser ralada com a casca, desde que bem lavada. 
  • Lembre-se que frituras desse tipo devem ser feitas em fogo não muito quente (doura mas não cozinha) nem muito baixo (absorve muito óleo). Frite uns quatro ou cindo de cada vez.
  • A batata vai soltando um pouco de água na tigela da massa, geralmente não é necessário colocar mais trigo, é só não "caçar" a água quando for acrescentar mais bolinhos na frigideira. 

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Selo Versatile Blogger e outras coisinhas mais


O Chris, do Escritos Lisérgicos, me indicou para receber esse novo selo da Blogosfera, onde devo contar sete coisas sobre mim. Nossa, já falei tantas coisas que foi difícil encontrar algo que vocês ainda não conheçam, hahaha. Vamos ver se encontrarão por aqui alguma novidade...

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Mousse fácil de chocolate

Chocolate é sempre garantia de sucesso entre a criançada e essa mousse é minha sugestão para a Blogagem Coletiva promovida pela Larissa, Lidi, Camila e Cassandra, cujo tema era Receitas de criança. Ficou muito bom!
Imagem by Bia

Ingredientes:

  • 1 pote de creme de leite fresco (nata) com 350 ml
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 4 colheres de sopa de achocolatado ou chocolate em pó
  • meia lata ou caixa de leite condensado
  • 1 clara em neve
  • raspas de chocolate, granulado ou bolinhas de chocolate

Preparo:

Bata a clara em neve e reserve. Em outra tigela, coloque a nata com o açúcar e bata em velocidade baixa até engrossar ligeiramente, formando desenhos no creme. Não deixe endurecer muito. Acrescente o achocolatado ou chocolate em pó e bata rapidamente, só para misturar. Desligue e acrescente o leite condensado e a calara em neve delicadamente, para não perder a leveza. Distribua em tacinhas e leve à geladeira por pelo menos uma hora. Decore com as raspas, granulado ou confeito e sirva a seguir.

Dicas:

  • Eu usei o que tinha em casa, ou seja, achocolatado (Nescau), se quiser um sabor menos doce use chocolate em pó.
  • Se usar achocolatado escolha uma marca de boa qualidade, marcas muito baratas em geral tem mais açúcar que chocolate.


Essa foi minha participação para a Blogagem Coletiva dessa semana!


terça-feira, 9 de outubro de 2012

Pavlova de kiwi ou morango

Confesso que quase desisti da Blogagem Coletiva de hoje do blog Cozinha de Mulher de um prato típico de um país com a letra N. Embora houvessem vários países, a culinária era muito exótica ou cara. Porém, essa receita, típica da Nova Zelândia. além de superfácil, ficou saborosíssima, confesso que nunca fiz um doce com kiwi e esse ficou maravilhoso. Recomendo para finalizar rapidamente um almoço ou jantar em grande estilo. Fiz com suspiro comprado pronto no "boteco do seu Fulano" e ficou divino! Fala a verdade, caprichei na apresentação, não é? ;)

Imagem by Bia

Ingredientes:

  • Quatro suspiros redondos grandes comprados prontos (ver dicas)
  • 400 ml de creme de leite fresco (nata)
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 2 kiwis (ver dicas)cortados em quatro e fatiados ou uma bandejinha de morangos cortados ao meio

Preparo:


Deixe a nata no congelador por uma hora ou no freezer por meia hora antes de bater. Coloque em uma tigela com o açúcar e bata com a batedeira até encorpar e formar desenhos com a pá. Não deixe endurecer muito, senão passa do ponto e vira manteiga. Então é só montar: coloque o suspiro num prato, uma camada da nata batida (eu usei o saco de confeitar para ficar mais bonitinho!) e arrume a fruta escolhida por cima. Pronto, é só servir!

Dicas:

  • Com o tempo curto, não pude preparar o suspiro, quem quiser seguir a receita original está aqui. Também dá para fazer com suspiros pequenos arrumados em um refratário e armar como um pavê.
  • Para comprar kiwis maduros, aperte levemente a fruta com o polegar. A superfície deve ceder suavemente, se estiver dura ao toque é porque está verde.
  • O legal é que você pode preparar os ingredientes previamente e só montar a sobremesa na hora de servir.

Aqui, a sobremesa já sendo devorada, hahaha. Muito boa mesmo!

Imagem by Bia.


Essa foi minha participação para a Blogagem Coletiva para o blog Cozinha de mulher.







domingo, 7 de outubro de 2012

Mãos

Hands
Com as mãos conduzimos com firmeza e carinho aqueles que amamos.
Na imagem, filha e sobrinha amadas.

Essa foi minha participação para o blog The Saturday PhotoHunts, postagens originais sempre aos sábados. 

Pinga amor, semana 4

Esses são os pingos a serem dispensados essa semana. Se quiser saber quais são as frases de cada um e onde foram deixados os da semana passada, clique aqui.

sábado, 6 de outubro de 2012

Músculo involuntário, ação voluntária

Imagem by Freepik

"O meu coração, é um músculo involuntário e ele pulsa, por você..." Adoro essa música da Marisa Monte. Esse ano, em um estágio, uma professora adorável disse algo verdadeiro: "Tratamos todos bem, mas tem alguns alunos que entram em nosso coração de graça, sem que possamos escolher". É isso. O coração é um músculo que bate involuntariamente e o sentimento que dele se origina, também. Podemos ser agradáveis com todos, mas os especiais não são escolhidos, são sentidos.

Fricassê de frango

Delicioso, fácil e ótima sugestão pra o almoço.

Imagem by Bia

Ingredientes:

  • meio quilo de filé de frango em tiras finas
  • suco de meio limão
  • sal e pimenta a gosto
  • 1 colher de sopa de manteiga ou margarina
  • 1 fio de óleo
  • 1 cebola picada ou ralada
  • 1 dente de alho amassado
  • 1 colher de sopa de pimentão verde picado
  • 1 cenoura em cubinhos pequenos
  • 2 xícaras de chá de vinho branco seco (ver dicas)
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 1 pacotinho ou vidrinho de champignon em fatias finas
  • salsinha ou cebolinha verde a gosto (se gostar)
Preparo:


Tempere o frango com sal, pimenta e suco de limão. Deixe tomando gosto enquanto corta os demais ingredientes. Em uma panela aqueça o óleo com a manteiga. Frite o frango até dourar. Se juntar água, é necessário esperar evaporar para poder fritar. Quando estiver dourado, acrescente a cebola, alho, pimentão e a cenoura. Refogue até murchar e acrescente o vinho branco. Quando levantar fervura, deixe cozinhar por 15 minutos sem tampar. Acrescente o champignon, o creme de leite e a salsinha. Fica ótimo com arroz branco, batata palha e salada verde. Ótimo também com macarrão parafuso.


Dicas:

  • Para não ficar muito forte, usei uma xícara de vinho e uma de água. Também já fiz só com água para o cozimento e deu certo, porém o molho fica mais suave.
  • Vale aqui a dica da moqueca de camarão. Não coloque mais líquido do que o pedido na receita, caso contrário acaba ficando sem gosto.


quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Filé de peixe à milanesa com molho tártaro

Fácil e delicioso. Na foto não está o molho, servido à parte.
Imagem by Bia

Ingredientes:


  • meio quilo de filé de peixe (pescada, cação, cavala, namorado) (ver dicas)
  • meio limão
  • sal e pimenta do reino
  • 1 ovo
  • 1 xícara de farinha de pão ou de rosca (ver dicas)
  • óleo para fritar

Preparo:


Tempere o peixe com sal e pimenta a gosto. Junte o suco do limão e deixe tomando gosto por uns 10 minutos (ver dicas). Em uma frigideira funda coloque um dedo de óleo e aqueça. Coloque o ovo em um prato e bata com um garfo até ficar homogêneo. Em outro prato, coloque a farinha de pão. Passe os filés no ovo, dos dois lados, depois na farinha de pão, e frite quando o óleo estiver aquecido. Mantenha em fogo médio, fogo muito forte deixa o peixe crú por dentro e muito fraco, absorve muita gordura. Depois de dourar os dois lados, passe para uma travessa com papel absorvente e sirva com o molho e arroz branco.

Molho Tártaro

  • meia xícara de chá de maionese
  • 1 colher de salsinha ou cebolinha picada
  • 2 colheres de sopa de picles (cenoura, pepino em conserva) bem picadinho
  • 1 colher de chá de mostarda 
  • 1 colher de sopa de cebola picadinha (opcional)
  • gotas de limão
Para o molho, basta misturar bem todos os ingredientes e servir em uma molheira para acompanhamento. 

Dicas:

  • Eu prefiro peixe sem espinho. Os melhores filés são os comprados direto no mercado, os congelados não tem muito sabor. Mesmo já estando limpo, sobre a tábua,  passo meus dedos sobre o filé crú. Onde encontro saliências de espinhos, retiro com uma faca bem afiada. Fica só a carne.
  • Já dei essa dica, mas não vale repetir: farinha de pão pode ser guardada no freezer, dura muito mais e não precisa descongelar para usar.
  • Não deixe os filés por muito tempo de molho no suco de limão, principalmente a pescada, porque o ácido do limão cozinha o peixe, e acaba virando um outro prato chamado cevite.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

10 manias estranhas

Ai, que vergonha...é para falar das minhas manias? Sabe que pensando sobre elas, descobri uma coisa: que com o passar dos anos me tornei muito menos maníaca. Atípico, eu sei. Mas acho que deve ser bom. Então eu tive uma certa dificuldade em listar 10 itens, mas tenho certeza que a qualquer momento me pegarei pensando "puxa, esqueci dessa mania!". Vamos lá...

Imagem by Freepik

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Chili

O que mais gosto na Blogagem Coletiva da Sheila do blog Cozinha de Mulher é que acabamos descobrindo novos sabores. Essa semana era uma receita de um país com a letra M. Adorei essa receita típica do México, é fácil e saborosa. O chili pode ser servido com nachos, aqueles salgadinhos tipo Doritos, como aperitivo, mas eu fiz para o almoço e servi com arroz branco e salada verde.

Imagem by Bia

Ingredientes:

  • 300 gramas de carne moída (patinho, coxão mole, alcatra)
  • 1 cebola picada ou ralada
  • 1 dente de alho amassado
  • óleo
  • meio pimentão verde picado (opcional)
  • Sal, pimenta e cominho a gosto (ver dicas)
  • meia lata ou pacote de molho de tomate (ver dicas)
  • 2 xícaras de chá de feijão (vermelho ou carioquinha) cozido sem caldo 
  • 1 folha de louro
  • salsinha picada a gosto (opcional)

Preparo:


Aqueça um fio de óleo em uma panela. Junte a carne moída, o sal e as pimentas e refogues, até soltar a carne e secar a água. Quando estiver bem sequinha coloque a cebola, alho e pimentão e refogue mais uns dois minutos. Quando os temperos murcharem, junte o molho de tomate e deixe levantar fervura. Acrescente o feijão, a folha de louro e deixe ferver por 10 minutos, mexendo sempre para não queimar (fica bem sequinho, como pouco líquido). Salpique a salsinha e sirva a seguir.

Dicas:

  • Uma das marcas da culinária mexicana é a pimenta, e o cominho dá um gosto todo especial. Não deixe de usar.
  • Nas receitas que encontrei era usado extrato de tomate em vez de molho, eu achei que iria ficar muito forte e decidi usar o molho, deu muito certo.
Essa foi minha participação para a blogagem coletiva do blog Cozinha de Mulher.