domingo, 30 de dezembro de 2012

Lombo ao molho de maracujá


Ingredientes:

  • 1 lombo de dois quilos
  • Alecrim picado a gosto
  • suco de um limão
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • um quarto de xícara de vinho branco seco ou vinagre branco
  • 1 linguiça calabresa sem pele ou 1 cenoura média raspada para o recheio
  • Cebolas em rodelas e ameixa preta para decorar (opcional)
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo
Molho:

  • 1 tablete de caldo de galinha
  • 1 xícara de chá de água morna
  • polpa de dois maracujás com sementes (ver dicas)
  • 2 colheres de sopa de manteiga derretida
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Preparo:

Em uma tigela coloque o lombo, tempere com sal e pimenta a gosto, o suco de limão, o alecrim e o vinho branco (ou vinagre). Deixe por 12 horas na geladeira, virando a peça de vez em quando. Ligue o forno em temperatura média. Com uma faca comprida e afiada, faça um corte no meio da peça em forma de cruz e coloque aí a linguiça ou cenoura. Feche a abertura com palitos de dente. Bata do liquidificador os ingredientes do molho e regue a carne, já colocada em uma assadeira. Arrume em volta as cebolas e as ameixas, se desejar. Salpique somente o lombo com a farinha de trigo. Leve ao forno por cerca de uma hora e meia, até que esteja dourado e macio. Durante o cozimento, se o molho secar, acrescente aos poucos água fervendo na assadeira. Sirva a seguir, com o molho.

Dicas:

  • A polpa dos maracujás pode ser substituída por uma xícara de suco de maracujá concentrado.
  • Eu costumo cobrir a peça com alumínio por meia hora e só depois deixo aberto para finalizar o cozimento. Dessa forma a peça fica mais macia.
Confira outras receitas para o Ano Novo na página, no top do blog.




sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Fim

#End...

Essa é minha participação para o The saturday photohunt, cujo tema é "fim".

Carros


Fila de carros indo para a praia no litoral do Paraná, Brasil, para os festejos de Ano Novo.

Essa é minha participação para o The weekend in black and white.

Disciplina e fé

Há alguns dias acordei um pouco antes da seis da manhã extremamente angustiada, chorando aquele choro sentido que a razão exigiu que ficasse guardado por um tempo. Pensei: "não acredito em mais nada: em Deus, no amor, na bondade, no perdão, em ninguém". Sempre quando sinto minha fé abalada, tento resgatá-la rezando. Comecei a rezar um Pai-nosso e parei na metade. Parei na metade! Não conseguia ir adiante. Isso me deixou chocada e me fez perceber o quanto eu estava endurecida.*

Imagem by Freepik

Um pouco mais calma, comecei a meditar sobre o que estava acontecendo. As dores haviam superado a fé. Ao mesmo tempo, sei que o princípio da fé é justamente acreditar no que parece impossível, é se lançar aos braços do desconhecido com confiança e serenidade. É acreditar que o que acontece hoje, por pior que pareça, fará sentido amanhã. E no final, para quem souber enxergar, ficará claro que tudo conspirou para o nosso bem.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Bacalhau à Gomes de Sá

Fácil e delicioso! Apropriado para o Ano Novo.
Imagem by Bia

Ingredientes:

  • meio quilo de bacalhau dessalgado (ver dicas)
  • 8 batatas médias cozidas (sem sal) cortadas em rodelas 
  • 2 cebolas cortadas em rodelas finas 
  • meio pimentão verde em rodelas finas (opcional)
  • óleo
  • 2 ovos cozidos cortados em rodelas
  • azeitonas sem caroço cortadas ao meio a gosto
  • azeite de oliva a gosto

Preparo:

Após dessalgar, cozinhe o bacalhau somente em água por 30 minutos. Escorra, espere esfriar um pouco e desfie a carne com as mãos, eliminando pele e espinhos. Reserve. em outra panela, aqueça um fio de óleo e frite as cebolas (e os pimentões, se for usar) até murchar. Reserve. Ligue o forno em temperatura média. Em um pirex, faça as camadas: coloque as batatas, a cebola refogada com o pimentão, o bacalhau desfiado, os ovos e as azeitonas. Regue com uma boa quantidade de azeite de oliva (eu usei umas cinco colheres de sopa) e leve ao forno por uns 20 minutos. Sirva a seguir.


Dicas:

  • Para dessalgar o bacalhau, compre com antecedência e no dia anterior ao preparo lave bem a peça, tirando o excesso de sal, e coloque em uma tigela cobrindo a peça com água e deixando na geladeira de um dia para o outro. Nesse período, troque a água mais umas duas ou três vezes.
  • Não há a necessidade de cozinhar as batatas com sal porque o próprio bacalhau ainda conservará o gosto salgado. Se preferir comida bem salgada, coloque somente uma pitada na água do cozimento das batatas. 
  • Eu usei só uma cebola no preparo do meu prato e ficou muito bom, então use a gosto.
  • É o azeite que deixa o prato úmido, por isso é importante usar uma boa quantidade para regar.
  • Você pode deixar o prato montado com antecedência conservando na geladeira e só colocar no forno na hora do cozimento.



terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Dos consumismos ao que importa realmente

A última Blogagem Coletiva do Chris, do blog Escritos Lisérgicos, é pertinente à época: consumismo. Afinal, são raras as pessoas que nunca tiveram um surto consumista nessa época, ainda que na infância, ainda que por pensamentos. Enfim...
A cada ano, e a cada dia mais consciente sobre o que realmente importa nesse mundo, fico menos carente de me entregar ao consumismo e mais desejosa da companhia das pessoas que realmente importam.

Imagem by Bia

sábado, 22 de dezembro de 2012

Peru ou chester recheado

Receita de família!
Imagem by Freepik

Ingredientes:


  • 1 peru ou chester com cerca de 5 quilos
  • suco de dois limões
  • meia xícara de chá de vinho branco ou vinagre
  • sal e pimenta do reino a gosto 
  • 1 cebola bem picadinha
  • Margarina
Farofa:

  • meio quilo de moela de frango
  • suco de 1 limão
  • 1 cebola bem picadinha
  • meio pimentão verde picadinho
  • óleo
  • 1 cubo de caldo de galinha
  • sal e pimenta do reino
  • 2 xícaras de farinha de mandioca branca
Preparo:

Fure a carne da ave em diversos pontos. Esfregue o suco dos limões por toda a superfície, dentro e fora. Misture o vinho ou vinagre, a cebola e  o sal com a pimenta agosto e banhe a ave. Reserve na geladeira enquanto prepara o recheio (ver dicas). Para a farofa, limpe a moela e esfregue o limão. Coloque em uma panela de pressão junto com o caldo de galinha e água o suficiente para cobrir mais dois dedos. Deixe cozinhar por 30 minutos a partir da fervura. Escorra a moela e reserve o líquido. Pique  a moela e reserve.
Na frigideira grande coloque umas 3 colheres de óleo. Refogue a moela até dourar. Junte a cebola e o pimentão. Refogue mais um pouco e acrescente duas conchas do caldo reservado. Deixe cozinhar a té secar. Aguarde fritar novamente e junte a farinha, mexendo até dourar ligeiramente. Acerte o sal e reserve. Ligue o forno em temperatura média.
Use a farofa para rechear a ave, fechando em seguida a abertura com palitos de dente ou linha e agulha grossa de costura. Coloque na fôrma com o peito para cima e besunte com margarina. Cubra com papel alumínio (parte brilhante para dentro) e leve ao forno por duas horas. Durante o cozimento, retire periodicamente a ave do forno e molhe com o caldo que se formou na assadeira. Depois desse tempo, retire o alumínio e deixe no forno até dourar, cerca de 40 minutos. Sirva a seguir.

Dicas:

  • Se a ave já for temperada não há necessidade de tempero. 
  • Se preferir, pode temperar a ave um dia antes, deixando tomar gosto na geladeira.
****


Olha só que ideia genial encontrei no blog Prático e simples! Mais ideias como essa é só clicar aqui!

Tender com molho de ameixa



Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de mostarda
  • pimenta do reino a gosto
  • 1/4 de xícara de chá de óleo
  • 4 dentes de alho amassados
  • 1 quilo de ameixa fresca sem casca nem caroço cortada em gomos
  • meia xícara de molho de soja tipo shoyu
  • 1 tender (cerca de 2 quilos) ou um tender bolinha
Preparo:


Numa panela coloque todos os ingredientes, exceto o tender. Cozinhe em fogo médio, por uns 20 minutos, até os pêssegos ficarem macios. Aqueça o forno em temperatura média. Bata o molho no liquidificador. Faça cortes na superfície do tender, transversal ou em forma de losangos, e cubra com metade do molho. Leve ao forno para assar por 40 minutos. Sirva à seguir, com o restante do molho à parte.


Imagem Eduardo Delfim.

Mimos e agradecimentos

Bem, como estamos às portas do Natal, quero agradecer os inúmeros pequenos mimos que recebi nos últimos dias. Sempre que sou citada em algum blog fico feliz porque é sinal de que as pessoas conseguem enxergar quem sou mesmo através de uma tela virtual.
Preparei um texto de alma sobre disciplina e fé, mas deixei para postar próximo ao Ano Novo. Hoje aproveito para agradecer imensamente a todos que passaram por aqui, me leram, comentaram, concordaram, discordaram, mas em todos os momentos estiveram comigo. É por vocês que continuo por escrevendo, desvelando o que penso e sinto. Espero que o próximo ano seja mais suave (para todos nós) e que eu tenha forças e motivação para continuar com vocês. Vamos aos mimos:

Imagem by Bia

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Kindness

Segundo pesquisas, Kindness quer dizer amabilidade, gentileza, bondade...encontrei essa imagem tirada em um momento com minha amável sobrinha, onde brincávamos com as mãos. 

Essa é minha participação para o The saturday photohunt.

Escadaria

Participação para o The weekend in black and white.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Pernil assado no vinho

Fiz essa receita no Natal passado e ficou deliciosa! E fácil de fazer!

Ingredientes:


  • 5 dentes de alho amassados
  • 1 cebola grande em pedaços
  • 1 xícara de chá de vinagre branco ou tinto
  • 1 colher de sobremesa de pimenta do reino
  • 2 colheres de sopa de sal
  • meia xícara de chá de óleo
  • 1 xícara de chá de vinho branco
  • suco de três limões
  • 1 pernil de porco (cerca de 4 kg)

Preparo:


Bata no liquidificador todos os ingredientes, exceto o pernil. Fure bem a carne e coloque em uma tigela grande. Regue com os temperos batidos e deixe na geladeira por 12 horas. Não esqueça de virar o pernil de vez em quando para temperar por igual. Coloque em uma assadeira, regue com o molho e cubra com papel alumínio, com a parte brilhante para dentro. Leve ao forno baixo (cerca de 150 graus) por 4 horas, para que cozinhe por dentro. Vá regando de vez em quando com o molho da assadeira. Após esse tempo, veja com um garfo se a carne está macia. Retire o alumínio. aumente o forno para 200 graus e deixe até dourar bem. Sirva a seguir.

Participe da minha página de receitas postando a sua receita de Natal ou Ano Novo!

Imagem Mauro Holanda.

Bombom de natal

Imagem by Bia

Ingredientes:


  • 150 gramas de nozes picadas
  • 100 ramas de ameixas pretas picadas
  • 100 gramas de damascos picados
  • 1 lata de doce de leite em ponto de corte ou 1 lata de leite condensado cozido por 40 minutos (contar após o início do chiado da panela de pressão)
  • 1 colher de chá de margarina
  • 1 colher de sopa rasa de farinha de trigo
  • 1 colher de sobremesa de chocolate em pó
  • 1 colher de chá de essência de rum
  • 200 gramas de chocolate ao leite
  • 200 gramas de chocolate meio amargo
Preparo:



Coloque todos os ingredientes em uma panela, menos a essência e os chocolates em barra. Leve ao fogo e apure até soltar do fundo da panela, como se fosse brigadeiro (uns 10 minutos). Deixe esfriar em um prato untado e faça bolinhas. Derreta os dois chocolates em banho-maria em banhe os bombons. Deixe secar em temperatura fresca e sirva. Quem preferir, pode usar forminhas pra preparar os bombons (como eu). Abaixo, um vídeo fácil que ensina a "temperar" o chocolate e outro que ensina como banhar os bombons.


Como banhar o bombom...


Como temperar o chocolate...(para que fique no ponto certo)


Estou esperando a participação de você na minha página de Receitas para o Natal e Ano Novo!


sábado, 15 de dezembro de 2012

Barcos


Gosto de observar o desenho que os barcos deixam quando atravessam o mar. 

Carta para o Papai Noel

Imagem by Freepik

Querido bom velhinho:

Há muito tempo não lhe escrevo, eu sei. Espero que não esteja chateado comigo, nunca esqueci de você. É que com o passar nos anos eu aprendi que o Natal é muito mais do uma caixa de presentes, é estar com quem amamos e nos quer bem. Mas esse ano meu espírito natalino não está lá essas coisas, e como sempre acontece, lembramos ainda mais de quem é importante quando precisamos de sua presença. E se me permitir, gostaria de ganhar alguns presentes que farão meu Natal mais feliz.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Sinos

#Bells

Na torre da igreja os sinos estão protegidos por telas para que os pombos não façam ninhos e transmitam doenças. Todos os dias os sinos são tocados ao meio-dia.

Participação para o The saturday photohunter.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Macarrão à bolonhesa

Clássico, fácil e delicioso!
Imagem By Bia

Ingredientes:


  • 3 colheres de sopa de óleo
  • 1 cebola picada ou ralada
  • 2 dentes de alho amassados
  • meio pimentão verde picado (opcional)
  • 1 cenoura média bem picada
  • 300 gramas de carne moída (alcatra, coxão mole, patinho)
  • 1 folha de louro (opcional)
  • 1 lata de molho ou 4 tomates batidos no liquidificador
  • meia xícara de vinho branco
  • 1 xícara de água
  • cheiro verde ou salsinha picados a gosto
  • sal e pimenta a gosto
  • 1 pacote de macarrão (espaguete ou parafuso) de 500 gramas
  • Queijo ralado à gosto

Preparo:

Em uma panela grande aqueça água com um fio de óleo e uma pitada de sal. Enquanto isso, prepare o molho. Em outra panela aqueça o óleo e junte a carne. Deixe refogar até secar a água e soltar. Tempere com sal e pimenta e acrescente a cebola, o alho e o pimentão. Deixe refogar mais um pouquinho e acrescente a cenoura, o louro, o molho (ou os tomates), o vinho e a água. Misture bem, tampe e deixe cozinhar por uns vinte minutos. Enquanto o molho cozinha, coloque o macarrão na água quente, misture com um garfo até levantar fervura e deixe cozinhar (uns 7 minutos o parafuso e uns 12 minutos o espaguete). 
Verifique se o molho secou um pouco e está encorpado. prove e acerte o sal, se necessário. Escorra o macarrão e sirva com o molho e o queijo ralado.





Retrospectiva 2012


A Patrícia, do blog Café entre amigos, sugeriu que o tema da sua última Blogagem Coletiva do ano fosse "Retrospectiva 2012". Achei uma ótima oportunidade para retomar a lista que fiz aqui e averiguar o que foi feito e o que não foi realizado.
Não fiz, mas farei...(não sei quando)

domingo, 9 de dezembro de 2012

Salmão ao molho de maracujá

Fácil, sofisticado e delicioso!

Ingredientes:

  • 1 quilo de salmão em posta ou filé
  • sal  a gosto
  • meio limão
  • 1 colher de sopa grande de margarina
  • meia cebola média picada
  • 1 xícara de chá de suco concentrado de maracujá (ver dicas)

Preparo:


Tempere o salmão com sal e limão e deixe tomar gosto por uns 20 minutos. Ligue o forno em temperatura média. Em uma panela, derreta a margarina com uma gota de óleo e frite a cebola até murchar. Junte o suco de maracujá, deixe levantar fervura e apague. Forre um refratário com papel alumínio e deite o salmão. Regue com o molho reservado, cubra com mais papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido por 15 minutos. Abra o alumínio e leve ao forno por mais 15 a 20 minutos. Está no ponto quando puxa a carne com um garfo e ela desfia facilmente. 


Dicas:

  • O suco concentrado de maracujá pode ser substituído pela polpa de dois maracujás batidos no liquidificador com um pouquinho de água.
  • Se quiser um sabor menos marcante, use meia xícara de suco concentrado e meia xícara de água.
  • Cuidado para não assar demais, senão fica ressecado.
Abaixo, o prato servido com batatas gratinadas e arroz.



Reforço meu convite para as leitoras deixarem suas receitas de Natal na página específica para isso. O link leva direto ao blog de vocês.



Economia de palavras e amigo secreto

Imagem daqui

Ontem eu estava assistindo uma entrevista da escritora Fernanda Young e ela disse algo muito interessante: mulheres costumam (não é regra) ser acumulativas e homens costumam ser excludentes, ou seja, a mulher agrega uma nova função à anterior, enquanto homens resolvem uma coisa de cada vez. Talvez por isso meu cérebro ande tão congestionado.
Ando com inúmeros temas salvos no meu rascunho e inspiração para falar sobre cada um, mas há alguma trava emocional que tem me impedido de fazer isso. Tenho visitado os amigos mas evitado comentar porque não estou confiando em minhas palavras. O meu coração está apertado como quando se coloca um tênis e se aperta demais os cadarços, sabem como? E mais do que uma sensação emocional, é uma sensação física.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Casa colonial

Ontem estava uma linda tarde de sol. Fui fazer compras no centro da cidade e aproveitei para tirar uma foto de um prédio histórico em estilo colonial datado de 1908, com algumas decorações natalinas.

Essa é minha participação para o The weekend in black and white.

Entusiasmada

Zesty

Essa é minha participação para o The Saturday photohunt. Segundo a Sandi, dona do blog, há vários significados para Zesty: picante, original, entusiamada...escolhi essa imagem porque achei essa foto com cara de sábado, e o recheio do bolo compartilhado era a base de pimenta!

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Cupcake de maracujá

Blogagem coletiva promovida pelos blogs da Camila, Tilidi e Larissa, com uma ideia interessante: reproduzir uma das receitas das colegas que já foram postadas nas Blogagens anteriores. Queimei meu dedo no forno hahahaha mas adorei a receita do blog Cozinhando com Amor. Fiz uma pequena mudança, dispensei o ganache de chocolate que ela usou porque eu queria algo um pouco mais leve para o café, mas acho que o dela deve ficar ainda melhor assim, completo! Não deixem de clicar no link dela para ver sua versão na íntegra.

Imagem by Bia



Ingredientes:

Massa
1/2 xícara (chá) de manteiga sem sal
1 xícara (chá) de açúcar
2 ovos
1/2 xícara (chá) de suco concentrado de maracujá
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher de (chá) de fermento

Recheio de mousse: (usei como cobertura)
1/2 lata de leite condensado
1/2 caixinha de creme de leite
1/2 medida da lata de suco concentrado de maracujá
1 colher de (sopa) de gelatina hidratada em 1/4 de xícara (chá) de água
Raspas de chocolate para decorar



Preparo:

Peneire a farinha e o fermento juntos. Em uma batedeira, em velocidade média, bata a manteiga com o açúcar até ficar fofinho. Acrescente os ovos um a um batendo bem a cada adição. Junte o suco de maracujá alternadamente com colheradas da farinha e fermento peneirados. Preencha 3/4 das forminhas de papel, apoie na forma de alumínio e leve para assar e posicione a assadeira bem no meio do forno. Asse por 20 minutos aproximadamente.
Mousse: bata tudo no liquidificador. Leve a geladeira por 15 minutos para dar uma consistência (eu misturei numa tigela com uma colher).
Cubra os cupcakes depois de frios e decore com as raspas.


Meme dos onze - 2

Há alguns dias ganhei esse desafio, eu respondi há um tempo atrás mas como as perguntas são diferentes...aqui estão. Como são duas baterias de perguntas, tentei ser sucinta. Vamos lá:
Imagem by Freepik

11 coisas sobre mim:

Apaixonada - autêntica - submissa (mas sem perder a liberdade) - perspicaz - generosa - sensível - geniosa - justa - insegura (secretamente) - corajosa - frágil.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Bolo de nozes

Já fizemos em casa algumas receitas de bolo de nozes, mas essa sem dúvida é a melhor! A massa leva farinha de rosca em vez de trigo e dispensa margarina. O resultado é uma massa leve e úmida. Estou devendo receitas salgadas para o Natal (quero pegar com minha tia a receita impagável do peru) e vou compensar postando duas no próximo domingo.

Imagem by Bia

Ingredientes:

  • 6 ovos
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 xícara de nozes moídas
  • 1 xícara de farinha de rosca
  • 1 colher de sobremesa de fermento em pó

Recheio:

  • 2 latas de leite condensado cozido por 30 minutos (contar após iniciar a pressão)
  • 1 lata de creme de leite sem soro
  • 1 xícara de nozes picadas


Cobertura: (ver dicas)

  • 2 potes de creme de leite de mesa (nata)
  • 3 colheres de sopa de açúcar
  • meia caixa de creme de leite
  • um tablete de 160 gramas de chocolate ao leite




Ligue o forno em temperatura média. Separe as claras das gemas. Na batedeira, bata as claras em neve. Adicione as gemas e bata até ficar claro. Junte o açúcar e bata mais um pouco. Em seguida as nozes moídas e depois a farinha de rosca. Dê uma leve batida somente para misturar, coloque o fermento e misture à mão. Numa forma redonda média untada e com farinha de rosca, assar em forno médio por cerca de 25 min.
Depois de assado e frio, corte o bolo em discos redondos, formando duas camadas.
Para o recheio, misture os ingredientes e reserve. Faça uma calda com uma xícara de água e uma colher de sopa de açúcar. Use para molhar o bolo e recheie com o recheio de nozes.
Para a cobertura, leve o creme de leite de caixinha ao fogo para aquecer. Acrescente o chocolate picado e mexa bem. Espere esfriar em temperatura ambiente, sem endurecer. Bata o creme de leite de mesa com o açúcar até encorpar. Cuidado para não deixar passar do ponto.
Cubra o bolo todo com o creme de leite batido. Agora, pegue o creme de chocolate e despeje em círculos sobre a superfície do bolo (ver dicas). Com um garfo, faça leves movimentos circulares, mesclando uma cobertura à outra. Leve para gelar e sirva.

Dicas:


  • O creme de chocolate precisa estar frio para mesclar com a nata, senão a derreterá. É só bater à mão por alguns minutos após retirar do fogo.
  • Fica ótimo também utilizar baba-de-moça para o recheio.
  • O bolo de nozes tradicional tem cobertura de marshmallow, que nós substituímos por acharmos muito doce. Para quem gosta, segue a receita: 
  • 3 claras 
  • 2 1/2 xícaras de açúcar
  • 1 xícara de água

Marshmallow:
Numa panela, colocar a água e o açúcar e deixar ferver até a calda ficar em ponto de fio.
Quando a calda estiver quase pronta, bater as claras ate ponto de neve e adicionar a calda lentamente. Bater na batedeira até esfriar. Cobrir o bolo e enfeitar com as nozes inteiras.


sábado, 1 de dezembro de 2012

Perspicácia: "É elementar, meu caro Watson..."

Gente, acho que estou surtando...esses dias, enquanto costurava, me peguei pensando se, como naqueles filmes de Sessão da tarde, eu não estaria morta achando que estava viva e presa à esse mundo por algum motivo, hahaha. Mas espíritos não escrevem em blogs, of course. Pois é.
Mudando o rumo da prosa, eu sempre gostei de Sherlock Holmes, desde a asolescência. Admiro sua astúcia na conclusão de um caso e a maneira tranquila com que revela o absurdo como se fosse o óbvio, sempre acompanhado por seu paciente assistente Watson.

Imagem do Google