domingo, 31 de março de 2013

90/365

#stuff
#coisas

O último dia do photoaday de março sugere uma foto de alguma coisa que temos...esses são alguns retalhos de feltro que uso para confeccionar os corações que distribuo por aí com mensagens otimistas. Quem quiser saber mais sobre isso clica aqui.

Quem participar do projeto photoaday? A lista de abril já saiu, quem quiser conferir clica aqui.

Gota de Páscoa

Em homenagem à Páscoa, resolvi fazer uma gota especial, com uma cenoura. :) Ficou meio geométrico, hahaha, mas está valendo...


Aqui uma tomada da minha visão da igreja onde fui à missa de sábado de aleluia, no centro da cidade....


Infelizmente a imagem não ficou muito boa, mas foi deixada no banco.


A frase que o acompanhava era:


"A vida não é uma vela curta para mim. 
É um tipo de tocha esplêndida a qual estou segurado pelo momento,
e quero fazer com que ela queime tão brilhantemente
quanto possível antes de passá-la
para as próximas gerações.”
George Bernard Shaw

sábado, 30 de março de 2013

Chave de portal



Imagem by Freepik

Feriado, sinônimo de organizar a casa (pelo menos para mim), costumo ligar o mp3 no ouvido ou deixar a tv ligada como uma companhia para o serviço de vassouras e rodos afoitos. Lavando o sofá, chamou minha atenção o depoimento do cantor Xande, do grupo Revelação, durante um programa matinal (veja aqui) sobre o quanto uma oportunidade pode efetivamente mudar a vida de alguém. Peguei o bonde da conversa andando, mas pelo que entendi o grupo se apresentava em um bar ainda em início de carreira, ganhando pouco, e havia um morador de rua que sempre estava às voltas auxiliando em algumas coisas (corrijam-me se eu estiver errada). Todas as noites esse morador pedia uma oportunidade para apresentar uma música no palco, mas como é de se esperar, recebendo uma negativa em troca. Quem confiaria no talento de um morador de rua?

sexta-feira, 29 de março de 2013

Cúpula, igreja e vitral

Essas duas imagens foram feitas de dentro da capela dos milagres da Igreja de Nossa Senhora do Rocio, Paraná, Brasil. Seu telhado de vidro permite vislumbrar no alto a Igreja.




Aqui no Brasil a sexta-feira que antecede a Páscoa se chama sexta-feira maior, ou sexta-feira da paixão, dia da celebração da morte de Jesus como a representação de nossa morte e renascimento diários. 


Esse é um dos vitrais da Igreja que retratam a Via Sacra.


Particpação para o The weekend in black and white.

Aos que acreditam no quanto podemos renascer sempre melhores e mais fortes, desejo uma Feliz Páscoa.


quinta-feira, 28 de março de 2013

Na rua

Hoje eu deixei mais uma gota "perdida" por aí...

Descendo do ônibus de volta para casa, em uma manilha de cimento que fica no caminho.
Embaixo, o close do pingo antes de ser libertado:



A frase era essa:


"Façamos da interrupção um caminho novo.
Da queda um passo de dança,
do medo uma escada,
do sonho uma ponte, da procura um encontro!"

Fernando Sabino

Só faltou a argolinha para pendurar...quando me dei conta a pistola de cola quente havia ficado na escola onde trabalho! =/

segunda-feira, 25 de março de 2013

Tender ao mel e vinho com legumes

Se você congelou o Tender bolinha que ganhou de Natal, que tal prepará-lo para a Páscoa? Fiz essa receita no Ano Novo e amei, torci o nariz por causa do mel mas o tender não fica doce...o mel só quebra seu salgado. Incrementei e fiz com legumes...ficou ótimo!


Imagem by Bia

Ingredientes:


  • 1 tender bolinha sem osso
  • 1 1/2 xícaras de vinho branco seco
  • 1 xícara de suco de laranja
  • 50 g de margarina derretida
  • 4 colheres de sopa de mel
  • meia colher de sopa de maisena
  • 4 batatas e 1 cenoura média 
  • 2 ovos cozidos 

Preparo:



Risque o tender formando losangos, coloque em uma travessa e despeje o vinho e o suco de laranja.
Coloque o tender em uma assadeira junto com a marinada. Em um recipiente misture o mel com a margarina derretida e passe sobre o tender. Leve ao forno médio por 30 minutos, regando na metade do tempo. Enquanto isso, cozinhes os legumes com casca, inteiros, por 15 minutos a partir da fervura. Eles ficarão ainda firmes. Retire o tender o forno, retire o molho que se formou e reserve. Descasque os legumes e os ovos, corte os ovos e batatas em fatias grossas e a cenoura em palitos e arrume ao lado do tender. Salpique sal a gosto, regue com azeite de oliva e leve ao forno por mais 10 minutos.
Leve o molho reservado ao fogo com uma pitada de sal e a maisena. Mexa até engrossar levemente e sirva à parte, para acompanhar o tender.

domingo, 24 de março de 2013

Exercício da democracia

(clique na imagem para ampliar)

Eu nunca fui afeita à política, quando não a entendia e muito menos quando passei a entendê-la. Compreendo e aceito que ela se faz necessária para organizar a sociedade, porém me enoja saber que ela é usada como meio de manipular, da força que prevalece sobre os direitos.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Ônibus II

Hoje, pela primeira vez, eu soube que alguém resgatou minha gota de amor. : D De folga do serviço à tarde, peguei um dos ônibus da minha cidade de volta para casa. Deixei uma gota no cantinho do banco, presa por um adesivo.



Depois me sentei um pouco mais para frente (o ônibus estava um pouco vazio)...então entrou uma simpática senhora que logo o avistou e resgatou. Fiquei muito feliz! A gota continha um dos pensamentos que mais gosto de Steve Jobs:


“Lembrar-me que inevitavelmente terei que morrer é a mais importante ferramenta que eu alguma vez encontrei para me ajudar a fazer as grandes escolhas na vida. Porque praticamente tudo - todas as nossas expectativas externas, todo o nosso orgulho, todo o nosso medo do embaraço ou fracasso - todas estas coisas simplesmente caem em face da morte, deixando apenas aquilo que é realmente importante. Lembrar que mais cedo ou mais tarde vais morrer é a melhor forma que eu conheço de evitar a armadilha de que temos alguma coisa a perder. Nós já estamos nus. Não existe nenhuma razão para não seguirmos o nosso coração.”





domingo, 17 de março de 2013

Rocambole vapt-vupt

Oi, pessoal, desculpem a ausência! O tempo andou tumultuado e isso me impediu de estar por aqui...estou voltando com uma receita muito fácil que eu não acreditei que daria certo. Esse rocambole é feito já com o recheio! É só espalhar o leite condensado na fôrma bem untada antes de deitar a massa que ele cozinha e fica como doce de leite! Economia de tempo e gás. 

Imagem by Bia

  • 3 claras
  • 3 gemas
  • 3 colheres de sopa de açúcar 
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo 
  • 1 colher de sopa de chocolate em pó (eu usei Nescau)
  • ½ colher sopa de fermento em pó
  • 1 lata ou caixa de leite condensado
  • Açúcar para polvilhar




Preparo:

Coloque em uma batedeira as claras e bata bem até ficar em ponto de neve. Adicione as gemas, bata até crescer e junte o açúcar. Bata até formar uma mistura fofa. Desligue a batedeira e acrescente peneirando a farinha de trigo, o chocolate em pó e o fermento. Misture delicadamente.
Em uma assadeira de medida aproximada de 35cm X 20cm untada com bastante manteiga, despeje o leite condensado forrando o fundo da assadeira e espalhando bem com uma colher. Sobre este leite condensado, coloque a massa do bolo e leve ao forno médio pré-aquecido a 180°C por 30 a 40 minutos, até que a massa esteja assada. Cuidado para não deixar dourar demais, senão quebra na hora de enrolar.
Retire do forno, solte as bordas com uma faca e desenforme sobre um pano de prato úmido e salpicado com açúcar. O recheio ficará sobre a massa. Enrole pela borda e transfira com cuidado para um prato. Sirva polvilhado com açúcar.

Dicas:


  • dependendo da marca de leite condensado, fica mais ou menos douradinho.
  • se quiser o rocambole branco, é só trocar o chocolate em pó por mais 1 colher de sopa de farinha de trigo.


No Fiz e gostei, aqui está a foto do Pavê de paçoca, receita da Michele Carvalho ultra fácil e deliciosa!!! Aprovado. A receita está aqui.

Imagem by Bia



sábado, 16 de março de 2013

Carta para o tempo

Imagem by Freepik

Oi, como vai?
Não me conte, deixe-me adivinhar...andando em frente como sempre, não? Desculpe a piadinha tosca, um meio de quebrar o gelo depois de meses sem prosearmos.
Dois anos. Registrando boa parte do que aconteceu nesse período pude perceber claramente o quanto a  vida é instável e você, um cúmplice. Foi de uma generosidade extrema fazendo-me perceber que o passado nem sempre está acabado, tem o poder de ir e voltar de acordo com seus caprichos. Esses dias o Pedro Bial falou algo assim..."ter a oportunidade de viver algo que ficou no passado é como ganhar um bilhete para a máquina do tempo!" Penso que é preciso saber usar essa passagem com entrega, amor, e não me arrependo. Viajar nessa máquina me fez (faz) lembrar que viver vale a pena.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Estradas


O importante em seguir estradas é confiar que todas nos levam a algum lugar.

Parece simples mas não raras vezes estacamos no mesmo lugar com medo de seguir em frente...



...e passamos a ser meros espectadores na beira da estrada.


Com isso perdemos a oportunidade de apreciar outras paisagens.

Participação para o The weekend in black and white.

domingo, 10 de março de 2013

Praia

Hoje deixei uma gota em um lugar que adoro, a praia...

Ele ficou "sentado" em um dos bancos à beira-mar de Praia de Leste, Paraná, Brasil.


Verde e azul...combinação perfeita para abrigar uma gota.


A frase era: 


"Tudo o que um sonho precisa
para ser realizado é alguém que acredite
que ele possa ser realizado."

Roberto Shinyashiki

sábado, 9 de março de 2013

Tutorial: Como fazer coração de feltro II (com flores)

Aqui está o material para fazer o coração:
  • 2 corações grandes cortados no feltro
  • 3 flores pequenas cortadas no feltro
  • 3 botões pequenos (no mesmo estilo)
  • Precisará ainda de fio para bordar, manta acrílica para o recheio, fita fina de cetim



Com dois fio de bordado na agulha, posicione a flor onde deseja sobre o coração e passe do avesso para o direito bem no centro da flor.


Volte com a agulha no vão entre as pétalas, do direito para o avesso.


E volte novamente com a agulha no centro, do avesso para o direito, repetindo todos os movimentos, contornando cada pétala.


Aqui está a flor pronta. Cuidado para não apertar muito os pontos, só servem para dar forma à flor. Saia com a agulha novamente pelo centro da flor.


Posicione um botão bem no meio e costure, para fazer o miolo. Arremate a linha no avesso e corte.


Repita o procedimento quantas vezes for necessário para cada flor.


Em seguida é só montar a almofadinha. As instruções para montar o coração e finalizá-lo você encontra aqui, e o molde de flores em tamanhos variados você encontra aqui.


Finalmente temos mais dois corações prontos para serem gotejados essa semana...





Quantos anos de vida tem um blog?

Meu blog está caminhando para completar dois anos de existência. Em alguns momentos tive a forte inclinação para fechá-lo ou excluí-lo, e tenho observado que alguns parceiros constantes tem se afastado desse espaço virtual. Afinal...quantos anos de vida tem um blog?

Imagem by Freepik

Em geral um blog, no início, é como um parque de diversões: você quer brincar em todos os brinquedos ao mesmo tempo, o que o torna um pouco sobrecarregado e confuso. Então percebe que está brincando sozinho porque não há ninguém com você, o que é chato...

sábado, 2 de março de 2013

Só coisas boas, por favor...


 
Apesar de todos os intempéries da vida, ainda acho que vale a pena vivê-la enquanto se consegue observar as voltas que ela dá. Há pouco mais de um ano atrás eu estava na mesma situação em que estou hoje (leia aqui): no apartamento do meu irmão na capital, sozinha, às vésperas de um concurso, precisando de um pouco de paz.

Livro com pingo II


Esse pingo também integrou um kit que enviei para uma grande amiga virtual, que me auxiliou a encontrar o caminho da serenidade e como conservá-la nos momentos de dor.
Lembro-me de suas palavras sábias: "use suas ferramentas a seu favor". O pingo viajou para Belo Horizonte, Minas Gerais. E esse livro apesar de ser um título pouco conhecido é muito gostoso de se ler, comprei por acaso e gostei tanto que comprei outro exemplar para enviar para ela.