sexta-feira, 31 de maio de 2013

...E começa mais uma ano de VIDA!

Hoje faço 38 anos. Sempre gostei do número 8, não me perguntem por quê.
Se quiser estar comigo nessa festa e compartilhar o que vivi, sente-se confortavelmente na poltrona e aceite um pedaço de pizza ou um brigadeiro de copinho. Gosto de amigos em casa.

Imagem by Freepik

Agora chove. Cheiro bom de chuva, de terra molhada...Sábado passado, no intervalo daquele curso sobre educação, sentei na confeitaria onde gosto de almoçar, pedi um salgado e uma fatia de uma torta diferente, uma xícara de café com leite e me peguei respirando o momento, exatamente aquele instante em que tudo parece pairar ao redor e a vida aparece como um rolo de filme lento passando em sua frente...

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Na árvore I

Sábado tive um curso o dia todo, e durante o horário do almoço, passeando pelas ruas da cidade para relaxar, resolvi deixar um pingo repousando em uma árvore à beira do rio que corta a cidade...




O lugar estava muito bonito, ainda mais com o sol que estava fazendo. Não lembro qual frase o acompanhava...espero que aquele que encontrou, tenha gostado.


sábado, 25 de maio de 2013

Falhas, violência, preconceitos...

Imagem by Freepik

Estou indignada como profissional com a situação da educação em nosso país, e isso vai além da responsabilidade do Estado. Mesmo quem não estuda ou trabalha no setor deve estar acompanhando as propagandas do PNAIC - Programa Nacional da Alfabetização da Idade Certa. Mas alguém sabe o que é isso? A base do programa contempla a alfabetização completa até o terceiro ano do Ensino Fundamental. Resumidamente, o programa está dividido em eixos básicos para o letramento (apropriação eficaz e competente do sistema de leitura e escrita) que são: leitura, escrita, interpretação e produção de texto. A partir desses eixos, o aluno terá condições de desenvolver um aprendizado de qualidade em todas as esferas educacionais.

sábado, 18 de maio de 2013

Quando a borda não é o limite

Obs: Houveram alguns problemas de redirecionamento de página há uns dias atrás externos ao blog. Agradeço aos parceiros que me avisaram, está tudo ok agora.

Imagem do Facebook, comunidade Versos não são palavras.

A primeira vez que li sobre o termo transbordar ligado aos sentimentos foi no blog da Luciana, Queira tocar o céu. A frase, linda, é essa aqui e o termo ficou guardado em minha memória. Certamente sou uma mulher que nasceu para transbordar.
Transpor a borda das emoções é viver plenamente os bons sentimentos, é não se economizar, não se guardar  por medo ou qualidades mesquinhas. Os limites são delineados pela razão, que nos faz tomar decisões pautadas no que é justo, certo e conveniente, nos faz lembrar que sobretudo não vivemos sozinhos e as atitudes tem seus desdobramentos nas consequências.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Universidade



Imponência fantástica e arquitetura belíssima da Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Brasil.

domingo, 5 de maio de 2013

Uma lata de tinta, pincel e trincha

Imagem by Freepik

Como contei no post anterior, tenho tido muito trabalho para realizar as pequenas reformas em casa, mas estou fazendo tudo com calma, até porque o físico franzino não me permite grandes ousadias. Os móveis que permanecem no mesmo lugar por algum tempo acumulam pó e impiedosas traças, vamos guardando caixas e embalagens de produtos que muitas vezes já nem possuímos, e isso me fez lembrar o quanto é trabalhosa uma mudança completa. Por esse motivo não compreendo muito bem aquelas pessoas que vivem com a mudança sobre o caminhão quando tem condições de morar em um mesmo lugar por algum tempo.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Frango arrepiado

Delicioso, sofisticado e fácil de fazer.

Imagem by Bia

Ingredientes:

  • Meio quilo de filé de frango cortado em cubinhos
  • limão, sal e pimenta a gosto
  • óleo
  • 1 cebola média bem picada
  • meio pimentão verde bem picado
  • 2 tomates bem picadinhos
  • 1 xícara de molho de tomate
  • meia lata de milho em conserva
  • meia lata de ervilha em conserva
  • meia xícara de azeitonas
  • 1 caixa de creme de leite ou 1 copo de requeijão
  • 1 pacote de queijo ralado
  • meio pacote de batata palha
Preparo:

Tempere o frango com limão, sal e pimenta. Deixe tomar gosto por 15 minutos. Aqueça o óleo e refogue o frango temperado. Deixe até dourar (mesmo que junte água, é importante esperar secar e dourar). Junte a cebola, o pimentão, os tomates e refogue até murchar. Acrescente o molho de tomate, mexa bem e espere ferver por 15 minutos. Se necessário acrescente água fervente aos poucos, não deixe juntar muita água.
Ligue o forno em temperatura média. Unte um pirex e coloque o frango. Faça camadas por cima: milho, ervilha, azeitonas e cubra com creme de leite ou requeijão. Salpique queijo ralado e batata palha e leve ao forno por 20 minutos. Sirva com arroz e salada verde.