sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

PAP - Cabeceira de cama box fácil e econômica

Várias pessoas que vieram aqui em casa gostaram bastante da cabeceira da minha cama box, que fiz inspirada em uma foto de revista da casa da ex-modelo Isabella Fiorentino. É muito fácil, barata e confortável. 


 Como precisei preparar fronhas novas aproveitei para fotografar o passo-a-passo. Precisa de:

  • 1 varão com 1,50 m de largura
  • 2 fronhas com abas de 50 x 70 cm
  • 2 travesseiros de boa qualidade de 50 x 70 cm
  • 20 cm de tricoline, percal ou popeline na cor escolhida





1 - Cabeceira com fronhas antigas de renda, que eu adorava mas não achei igual;
2 - Com o tempo e o peso do travesseiro começou a apresentar desgaste (durou sete anos);
3 - Corte no tecido seis tiras de 15 x 10 cm.
4 - Dobre cada tira no sentido do comprimento e costure próximo à borda.


5 - Desvire a tira e passe, se desejar;
6 - Dê acabamento nas bordas com zig ou overlock. Seis tiras prontas;
7 - Essas são as fronhas que encontrei. Prefira um modelo com abas, de boa qualidade. Marque com giz o meio das fronhas;
8 - Dobre as tiras ao meio e posicione na marcação do giz, sobre a costura da aba, deixando uma sobrinha de meio centímetro. Passe a costura sobre a costura da aba, reforçando duas ou três vezes.


9 - Costura pronta;
10 - Coloque mais duas tiras, uma em cada lateral. Note que no posicionamento da quina ela não ultrapassa o limite das abas;
11 - Faça uma costura de reforço por dentro da aba para prendê-la bem.
12 - Para colocar o varão, posicione uma fita métrica ou trena na base do colchão, na quina.


13 - Como o travesseiro tem 50 cm de altura, essa deve ser a medida marcada na base do suporte do varão. Faça os furos na parede e instale os suportes;
14 - Veja os dois suportes posicionados;
15 - Coloque os travesseiros nas fronhas, passe o varão por dentro das argolas preparadas e coloque sobre o suporte.



Eu só gastei com as fronhas (R$ 30,00) mas acredito que o custo total não passa de R$ 100,00.

E aí, gostaram?


quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Sorvete de banana com calda de chocolate

imagem by bia

Ingredientes:

  • 6 bananas maduras
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 caixinhas de creme de leite
Para a calda de chocolate:

  • 1 caixinha de creme de leite
  • 3 colheres de sopa de achocolatado ou chocolate em pó
  • 3 colheres de sopa de açúcar
  • paçocas trituradas para salpicar (opcional)

Preparo:


Descasque as bananas, corte em rodelas grosseiras e coloque em um saco plástico. Leve para o freezer até congelar. Retire do freezer e bata no liquidificador a banana congelada. Após formar um creme, acrescente o leite condensado e o creme de leite. Bata bem, leve ao freezer um um pote fechado e deixe até congelar. Sirva com a calda. Para a calda, misture os ingredientes (exceto a paçoca) e leve ao fogo até ferver. Deixe por mais 5 minutos em fogo baixo e sirva em seguida. Se desejar, salpique com paçoca. Fique demais!
Dicas:

  • Essa calda pode ficar na geladeira por até três dias, pode ser usada sobre qualquer sorvete e pode ser usada fria. Eu gosto quentinha, hahaha.


imagem by bia

Lagostin ao vinho

Imagem by Bia

Ingredientes:

  • 1,200 kg de lagostins frescos
  • 50 ml de azeite de oliva de boa qualidade
  • 2 dentes de alho bem amassados
  • 2 colheres de sopa de sal
  • 3/4 de xícara de vinho branco seco
  • pimenta do reino a gosto
  • 3 folhas de louro
Preparo:

Ligue o forno em temperatura média. Misture todos os ingredientes e coloque sobre os lagostins. Deixe tomar gosto por 15 minutos. Forre uma assadeira média com duas camadas de papel alumínio, deixando sobra o suficiente para as laterais e para cobrir a fôrma, como se fizesse uma "cama" para os lagostins. Coloque-os na fôrma junto com o tempero. Feche a superfície e as laterais do papel alumínio.
Leve para o forno por 25 a 30 minutos. Abra com cuidado o alumínio, estará bem quente. Sirva a seguir, com arroz branco e salada verde.

Obs: Os lagostins são lagostas em tamanho pequeno, com sabor parecido com uma mistura de camarão com caranguejo (eu acho, hahaha). Tem pouca carne, porém muito saborosa. Para comer é preciso quebrar a casca inferior e empurrar a carne do interior. com a faca. 

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

#BC Fotos {ao ar livre}

Tema que acho fantástico, um dos meus preferidos, pense na felicidade da "criança"! Gosto demais de atividades ao ar livre! Fotografando para essa blogagem me dei conta de como moro em uma região privilegiada, com um rio que corta a cidade e a 40 minutos da praia. Geralmente não damos valor para aquilo que temos, não é mesmo?

Praia de Matinhos, Paranaguá, Paraná
Sentar e não far nada.:)



Caminhar...

Amo sentir os pés na água do mar!

Andar de bicicleta.

Tomar banho de mar.

Descansar na sombra...

Um pequeno sabiá passeando na orla da praia... 







O sol! :D

Corrida ou caminhada... esse é o parque da cidade onde as pessoas fazem atividades físicas.

E uma pitada de umas fotos que fiz passeando de barco no Rio Itiberê. Esse é o mangue...



Essa foi minha participação na Blogagem Coletiva da Dani Moreno.




segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

No ônibus (4)

Precisei sair pela manhã e na volta pra casa deixei mais uma carta no ônibus de linha.

Agora não esqueço mais de carregar comigo etiquetas para fixar as cartas.


Pessoas que estavam sentadas na minha frente. :)



domingo, 26 de janeiro de 2014

Flores

Quadra #4


Em dias de cores gris
busquei canteiros na alma
colhendo flores de ti. 
Matizes para céu e chão.



Enfeite a alma...


com pétalas de felicidade,

e faça-as chover na dor.


Participando da Semana Colorida promovida pelo blog Menina Voadora.


imagens do acervo particular

sábado, 25 de janeiro de 2014

Tecnologia: das máquinas de datilografia ao lixo

Minha filha me mostrou essa imagem esses dias no Facebook e achei muito interessante, dá uma dimensão do quanto as coisas evoluem rapidamente. O que mais me chamou a atenção foi o anúncio sobre o curso de datilografia. Sim, eu estive lá e fiz um! o/

imagem do facebook

Nos idos de 1993 o computador ainda começava a ganhar campo e a máquina de escrever imperava nas repartições. Fui matriculada por minha mãe - que falava exatamente a mesma frase do anúncio - em uma portinha atrás da igreja matriz. Havia quatro máquinas de datilografia e um professor com uma apostila do tempo do "epa". Era preciso gravar a sequência das letras para digitar com os cinco dedos (o polegar era usado na barra "espaço") e meu mindinho, coitado, que já é magrinho, penou para ter força o suficiente para trabalhar principalmente com o tão vastamente utilizado "a".

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

PAP - Quadro com técnica de colagem

Através do blog Devaneios, da Naty, conheci um desafio mensal sobre artesanato, com o objetivo de criar uma peça aprendendo uma nova técnica por mês. Mais informações, clique aqui.


A técnica do mês é COLAGEM, eu nunca havia feito esse tipo de colagem com imagens coordenadas e sobrepostas, e como queria reaproveitar um quadro que eu mesma fiz mas já estava enjoada, aproveitei! É uma técnica divertida e fácil de fazer.

Vamos ao passo a passo:

(Se for usar tela nova, pule para o passo 4)

1 - Esse era o quadro que eu tinha (qualquer tela de 20 x 50 cm);
2 - Tirei as peças que imitavam cobre e lixei (muito) a pasta de modelagem para ficar lisinho;
3 - Ufa! Tela pronta para pintura;
4 - Usei tinta para artesanato fosca preta, dei duas mãos para ficar sem falhas. 


5 - O quadro "Keep calm" que fiz é sobre viagens, então procurei figuras em revistas com o tema. Cortei deixando uma bordinha em volta, acho mais charmoso. Imprimi a frase em papel sulfite branco e recortei com cuidado as letrinhas.
6 - Sugiro que antes de colar faça a composição sobre o quadro para já ir colando no lugar certinho. Como eu queria conservar o acabamento fosco, usei cola bastão para não manchar a tela. Tem que passar bastante, principalmente nas beiradinhas.
7 - Usei uma pinça para posicionar as letras e figuras com mais facilidade. Pressione com cuidado na posição correta. Depois de tudo colado é só deixar secar.
Importante: disponibilizei o arquivo com a frase "Keep calm and go travel" (Fique calmo e vá viajar), quem quiser acessar e imprimir é só clicar aqui.

Tela pronta. Ela ficará na sala mas ainda preciso fazer umas mudanças por lá. Confesso que adorei, quero fazer mais!!! :D 

O legal é que o custo é baixíssimo, só da tela, tinta e cola bastão, se não tiver em casa.
E aqui mais duas sugestões que usam colagens de revistas, um abajur com a cúpula de recortes em preto e branco e  um quadro com recortes que imitam mosaico.


Fácil, né? 

Encontre o quadro "Keep Calm" para venda clicando aqui

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

#BC Fotos {doces}

A Blogagem Coletiva de fotos da Dani Moreno sugeriu o tema "doces" e como não consumo muito, com exceção do chocolate #adoro, tirei fotos de algumas interpretações do que me lembra doçura.

Brigadeiros, beijinhos e cajuzinhos.

Casal namorando na praia *_*


Água doce para beija-flor e cambacica.

Pinguins, uns fofos!

Filha moça pedindo colo pra mãe. own!

Meus chocolates preferidos do momento (a bala não gostei tanto, kkk)

Filha se acabando no sorvete, tem coisa melhor no calor?

Esqueça os amargos da vida e torne-se uma diabética de alegrias!!!
Essa foi minha participação para a Blogagem Coletiva da Dani Moreno.



segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Esperando o ônibus...

... deixei mais uma cartinha à espera de alguém no ponto.


Verde para combinar com a Semana Colorida da Anne Lieri. :)


Minha visão do lugar.

domingo, 19 de janeiro de 2014

Relva

海菜 #45
by freepik


Pintarei de verde
no ano da esperança 
a relva dos planos.


Participando da Semana Colorida promovida pelo blog da Anne Lieri.


Tema:

Uma questão de escolha

Precisando de assinaturas em um documento fui à universidade com minha filha solicitá-las. As duas atendentes em questão, que em época de férias escolares - trabalhando sentadas num local fresco - estavam sem fazer praticamente nada, foram extremamente indisponíveis e antipáticas.
Na saída minha filha comentou que os professores, quando fazem referência à essas duas profissionais, classificam-nas como "as feiosas da secretaria". Leia-se aqui feiura no sentido da ausência de gentileza e educação. Já a secretária da noite está sempre disposta a auxiliar quem precisa. Salário médio da função em universidade federal: R$ 3000,00.

by freepik

No retorno para a casa, entramos no ônibus, pedimos uma informação à cobradora e nos sentamos. Observando sua atitude percebemos que a moça era muito bem humorada e solícita, informando os turistas sobre os balneários e trocando ideias com os moradores locais, sempre de forma respeitosa. Trabalha sentada, porém metade do percurso num sol de lascar. Salário médio: R$ 1000,00